Merielen

01 outubro, 2007

Billie Holiday - A lenda do Jazz

Billie Holiday... Ok, quem me conhece sabe que não é por querer, mas eu sempre acabo me apaixonando por artistas que já morreram. Eu juro que eu só fico sabendo depois. Foi assim com a Selena, quase enfartai chorando no fim do filme, não podia acreditar que acabara de descobrir que quem cantava aquela música linda (I could fall in love) infelizmente estava morta. Assim foi com a Aallyah e Israel Kamakawiwo`ole entre tantos outros. Sem contar os que morreram depois de eu virar fã, como 2Pac e Lisa Left Eye... Ah Zeus!

Buenas,vamos falar da Billie ou Lay Day... Nossa esta mulher maravilhosa, com esta voz que deixa qualquer um embriagado era considerada a Rainha do Jazz nos anos 50. Tá,tudo bem, quem sou eu para falar de Jazz? Mas é que ela impressiona mesmo! Achei ela por acaso, investiguei (como sempre) e me encantei... Ela até parece uma amiga minha muito querida, a Cíntia.

Lady Day tem uma história de vida muito triste e sofrida... Seus pais eram adolescentes quando ela nasceu, cresceu meio que largada no mundo, foi estuprada, prostituída e se envolvei com drogas ainda na adolescência. Casou com um cara sancana, baita falcatrua. Era melancólica e por tudo que li posso dizer que ela não tinha a menor noção do quanto era “Diva”. Cantava como ninguém e cantava mesmo, tão diferente dos lixões que temos que escutar hoje, tanto vindos de lá como os daqui... Aliás, esta é uma frase sua “"Já me disseram que ninguém canta a palavra ´fome´ como eu. Ou a palavra ´amor´. Talvez seja porque eu me lembre do significado dessas palavras"”.

Billie cantava com a alma... Infelizmente seu corpo foi consumido pelo excesso de cigarros e bebida, morreu jovem, aos 44 anos de idade. Acho que ela nem imagina o legado que deixou...


Alguns links interessantes:
Site Oficial
Notícia
Wikipedia
Fan Site

Nenhum comentário: