Merielen

15 outubro, 2007

Justiça para os pais...

Já que este assunto está me cercando hoje, vou escrever sobre ele... Tudo começou com minha leitura diária do blog Síndrome de Estocolmo, que eu visito diariamente. De lá fui parar em outro blog, Mulheres de olho que me levou aos links super interessantes do site Aleitamento. Nossa, depois de ler tudo isto, fui para a visita diária ao fórum Além do Segredo, onde dou de cara com o post de um pai desesperado. Então resolvi escrever sobre o assunto...
Todo mundo sabe que quem mais sofre com a separação dos pais são os filhos, mas este sofrimento pode ser mais intenso quando uma das partes usa a criança para atingir a outra parte. Geralmente são as mães que fazem estes absurdos, eu disse geralmente, não é uma regra. Já vi e ouvi muitas histórias a respeito. Algumas são de dar enjôo, de tapar a cara de nojo, ainda bem que a justiça brasileira neste sentido está mudando, a passos lentos é verdade, mas pelo menos está. Sem contar que em casos de pensão alimentícia, guarda dos filhos e regulamentação de visita a resolução é muito rápida se comparada com os demais tipos de processos.

Para quem não sabe, eu sou mulher, mas vou defender os homens aqui! Sim, homens! Por ter presenciado um situação de abuso por parte da mãe bem de perto e por não concordar com certos absurdos e abuso de poder por parte de mães xexelentas que por pura vaidade, orgulho ferido ou maldade mesmo afastam seus filhos do convívio dos pais.

Lendo alguns artigos nos sites
relacionados, é fácil entender minha revolta e ficar igualmente revoltado. Como pode uma mãe acusar um pai injustamente de abuso sexual? Como pode a justiça proibir um pai de visitar um filho sem ao menos um laudo de um psicólogo ou médico confirmando tal abuso? O que leva uma mulher a usar os filhos para atingir um homem? Que gente doida, será que ninguém pensa nas crianças? Alow!!!! Têm alguém aí? Estou falando das crianças, são elas que mais sofrem com isto. As pessoas não podem ter estes tipos de atitudes, usarem seus próprios filhos para atingir o ex-parceiro... É muita covardia!

Sou completamente contra, tenho dito! Apoio a convivência dos filhos com seus pais, apoio a guarda compartilhada. É claro que existem casos e casos, têm muito cara sacana que de fato deve ficar longe dos filhos. Mas é óbvio que meu apoio não conta para estes.

Nenhum comentário: