Merielen

22 novembro, 2007

As doenças da alma


Recebi este texto por e-mail. Achei interessante, pois há muito tempo escuto dizer que grande parte das nossas doenças são geradas pelas dores das nossas almas, principalmente o câncer... Embora seja difícil acreditar nisto quando se trata de uma criança. Afinal que dores na alma pode ter um anjo que recém chegou neste mundo doido? Seriam dores da alma trazidas de outra vida? E como justificar isto para aqueles que não acreditam em reencarnação ou coisas do gênero? Difícil né? Buenas, achei interessante assim mesmo e decidi postar... Afinal eu já passei por situações difíceis e estressantes em minha vida que acabaram me rendendo uma bela gastrite... É sempre assim, estresse alto = gastrite. Ninguém merece... Vamos ao texto!


"AS DOENÇAS"
Segundo a psicóloga americana Loise L. Hay, todas as doenças que temos são criadas por nós. Afirma ela, que somos 100% responsáveis por tudo de ruim que acontece no nosso organismo. "Todas as doenças tem origem num estado de não-perdão", afirma. Sempre que estamos doentes, necessitamos descobrir a quem precisamos perdoar. Quando estamos empacados num certo ponto, significa que precisamos perdoar mais. Pesar, tristeza, raiva e vingança são sentimentos que vieram de um espaço onde não houve perdão. Perdoar dissolve o ressentimento. A seguir, você vai conhecer uma relação de algumas doenças e suas prováveis causas, elaboradas pela psicóloga Louise. Reflita, vale a pena tentar evitá-las:
AMIGDALITE: Emoções reprimidas, criatividade sufocada.
ANOREXIA: Ódio ao externo de si mesmo.
APENDICITE: Medo da vida. Bloqueio do fluxo do que é bom.
ARTERIOSCLEROSE: Resistência. Recusa em ver o bem.
ARTRITE: Crítica conservada por longo tempo.
ASMA: Sentimento contido, choro reprimido.
BRONQUITE: Ambiente familiar inflamado. Gritos, discussões.
CÂNCER: Magoa profunda, tristezas mantidas por muito tempo.
COLESTEROL: Medo de aceitar a alegria.
DERRAME: Resistência. Rejeição a vida.
DIABETES: Tristeza profunda.
DIARRÉIA: Medo, rejeição, fuga.
DOR DE CABEÇA: Autocrítica, falta de auto-valorização.
ENXAQUECA: Medos sexuais. Raiva reprimida. Pessoa perfeccionista.
FIBROMAS: Alimentar mágoas causadas pelo parceiro.
FRIGIDEZ: Medo. Negação do prazer.
GASTRITE: Incerteza profunda. Sensação de condenação.
HEMORROIDAS: Medo de prazos determinados. Raiva do passado.
HEPATITE: Raiva, ódio. Resistência a mudanças.
INSONIA: Medo e culpa.
LABIRINTITE: Medo de não estar no controle.
MENINGITE: Tumulto interior. Falta de apoio.
NÓDULOS: Ressentimento, frustração. Ego ferido.
PELE (ACNE): Individualidade ameaçada. Não aceitar a si mesmo.
PNEUMONIA: Desespero. Cansaço da vida.
PRESSÃO ALTA: Problema emocional duradouro não resolvido.
PRISÃO DE VENTRE: Preso ao passado. Medo de não ter dinheiro suficiente.
PULMÕES: Medo de absorver a vida.
QUISTOS: Alimentar mágoa. Falsa evolução.
RESFRIADOS: Confusão mental, desordem, mágoas.
REUMATISMO: Sentir-se vitima. Falta de amor. Amargura.
RINITE ALÉRGICA: Congestão emocional. Culpa, crença em perseguição.
RINS: Crítica, desapontamento, fracasso.
SINUSITE: Irritação com pessoa próxima.
TIROÍDE: Humilhação.
TUMORES: Alimentar mágoas. Acumular remorsos.
ÚLCERAS: Medo. Crença de não ser bom o bastante.
VARIZES: Desencorajamento. Sentir-se sobrecarregado
.

4 comentários:

Nessa disse...

acredito muito que as nossas emoções têm tudo a ver com nosso físico. simplesmente pq nem dá pra separar, né... onde é que tá a separação?
então, há muitos sistemas que não só reconhecem essa totalidade, como são baseados nela. ex.: medicina chinesa, indiana, florais, etc.
mas... acho que é necesário guardar as devidas proporções. explico: já li o trabalho dessa autora. bom, pergunta básica: é baseado em quê?
ah! se uma pessoa é um todo, complexo e coisa e tal (como citei esses sistemas de saúde que a consideram como tal) como categorizar simplesmente tal problema de saúde vem do pensamento tal? e ponto?

é só o que acho (claro!), mas acho interessante questionarmos, por isso faço isso, enfim. vc entendeu. ;)

OLHO VIVO disse...

ANTIÁCIDOS
A AZIA E MÁ DIGESTÃO... Espiritual!

Quem um dia não sentiu um o desconforto de uma “AZIA”? Quem também não experimentou uma “MÁ DIGESTÃO”? É pouco provável que nenhum ser humano tenha escapado destes distúrbios estomacais que quase sempre vem acompanhado de uma “RESSACA”.

A má digestão, ou indigestão, refere-se a problemas gastrointestinais que incluem sensação de estômago cheio; enjôos; arrotos; vômitos; sonolência após as refeições; dores abdominais; dor no estômago; azia e sensação de inchaço. O desconforto na região abdominal geralmente é acompanhado de náusea e mal estar, podendo provocar vômitos.

A indigestão, para a maioria das pessoas é o resultado de comer demais, muito rápido, ingerir alimentos gordurosos ou alimentar-se durante situações estressantes. Usar medicamentos que irritam o estômago ou estar muito cansado podem também causar má digestão ou piorá-la.

Em geral a administração de “ANTIÁCIDOS” a base de hidróxido de alumínio, um “SONRISAL”, por exemplo, promove alivio imediato da “AZIA” e da “MÁ DIGESTÃO”. No entanto, estes quadros normalmente persistem ou se tornam freqüentes, assim é aconselhável procurar um “ESPECIALISTA” para que seja realizada uma pesquisa mais detalhada. Certo é que conviver com este problema é desagradável além de ser um perigo real para a estabilidade física de qualquer pessoa.

Você já notou o que acontece quando é colocado um comprimido de “SONRISAL” em um copo d’água? O volume tende a crescer, em alguns casos transborda, há uns ruídos, tudo se move e borbulha, mas após um tempo, cessa o barulho. Um tempinho mais e logo o gás produzido pela efervescência do comprimido desaparece por completo. E o pior, a água pura, não é mais pura, agora tem um gosto desagradável e o princípio ativo do medicamento já não surte efeito. E então? Colocaríamos mais um comprimido para começar todo o processo novamente? Não! Cientificamente não é recomendável!

A verdade é que as nossas igrejas hoje, sem exceção, vivem uma crise de “INDIGESTÃO ESPIRITUAL” perigosa e que também há muito “COMPRIMIDO EFERVESCENTE” sendo ministrado como “PALIATIVO” nas igrejas do século XXI. Alca-luftal, Bisuisan, Digastril, Estomagel, Gastrogel, Gastrol, Leite de Magnésia, Magnésia Bisurada, Mylanta Plus, Siludrox, Sonrisal e outros de composição semelhante, todos com “SIMILARES EVANGÉLICOS” sendo ministrados indiscriminadamente nos PRONTO SOCORROS RELIGIOSOS. Pior, são indicados por MÉDICOS ESPIRITUAIS despreparados, sem formação, com “diplomas comprados” em Universidades Fantasmas ou simplesmente Comerciantes da fé.



Continua...

OLHO VIVO disse...

ontinuação...

O efeito “SONRISAL” é um fator alarmante e perigoso no atual meio evangélico. No miserável afã de ver os templos sempre lotados, convida-se o pregador mais "FERVOROSO" - efervescente - que por sua vez abusa dos chavões, dos lugares comuns, da psicologia barata, das técnicas teatrais, das imitações de animais sob a desculpa de estar debaixo da unção, dos golpes de karatê disparados no ar e de todo tipo de "FIRULA" para agradar a obstinada platéia. Convida-se também os "LEVITAS", que surgem no cenário com suas canções e seus chavões extravagantes. Claro que não falta a tal “MINISTRAÇÃO PROFÉTICA”, na qual os cantores se prestam aos mais ridículos papéis, e isso debaixo das ovações da alucinada platéia. E tome “INDIGESTÃO”! E tome “ANTIÁCIDO”! Tem de tudo, de Jejum dos 40 dias, Corrente Poderosa, Oração Forte, Diabo amarrado, Cruzada de Curas e Milagres a Show Gospel... São os “MEDICAMENTOS ALTERNATIVOS” do tipo “BOLDO” sendo aplicados no lugar do recomendado que possui a marca registrada dos “LABORATÓRIOS CELESTE”, a “PALAVRA DE DEUS”. Aliás, este medicamento causa aversão a muitos “Doutores” da religião que preferem ignorá-lo a terem que mostrar a eficiência deles em “SUAS PRÓPRIAS VIDAS”.

Mas, passado tudo isso, a RESSACA ESPIRITUAL continua, volta-se a normalidade, ou melhor, quase... , pois a AZIA e a INDIGESTÃO continuam, haja vista que sempre há o fluxo enorme dos descontentes que abandonam o PRONTO SOCORRO RELIGIOSO logo que o "FERVOR" acaba, partindo em busca de novas aventuras espirituais, ou melhor, de “NOVOS MEDICAMENTOS”. E assim, para manter a “EFERVESCÊNCIA” do povão, o Pastor convida mais um grande pregador de fogo, que será o encarregado de movimentar novamente o pessoal, usando para isso as mesmas técnicas dos demais. E assim a igreja novamente fica cheia, borbulhando e num barulho infernal e pouco importa se os que lá estão são como “FREGUESES” em busca do evangelho mais barato, ou se são “VICIADOS ESPIRITUAIS” sempre em busca de uma nova unção. Para os “MÉDICOS DA FÉ” o importante é que eles estão lá! Todos ávidos para receberem a porção que lhes é receitada como tratamento. Para isto os estoques de medicamentos paliativos estarão sempre cheios, não faltando os “GENÉRICOS” e os famosos “PIRATAS”. Isto sem falar nas “FAZENDAS DE BOLDO” que eles, os PRODUTORES EVANGÉLICOS, andam cultivando largamente nos meios religiosos como alternativa barata para enfrentarem a CRI$E espiritual.

Tem muita gente comemorando o crescimento numérico de evangélicos no Brasil e no mundo, mas confesso que observo com muita precaução e desconfiança esse movimento todo, pois sei que grande parte do que vemos nada mais é do que o “EFEITO SONRISAL”.


Carlos Roberto Martins de Souza
crms2casa@otmail.com

ricardo disse...

creio sim que uma alma angustiada, estressada, está propensa a enfermidade. O Senhor Jesus nos faz um chamado para descanso de nossa alma. Descanso esse alcançado somente por revelação de Deus. nenhuma religiao, seita ou coisa semelhante pode ensinar o que só se pode ser conhecido pelo Espirito Santo. Imitações tem surgido para tentar manter um equilibrio mental calmo e transparente, religioes budismo meditações, sao meras imitaçoes, para tentar trazer paz para alma. Meros placebos, existe apenas um caminho Jesus Cristo, Deixar o Senhor se tornar uma realidade em nossas vidas é a unica chance que temos de viver em paz. Ele é a nossa paz. Mateus 22.29
é muito sério essa questao da alma, e nestes ultimos anos as doenças aumentaram por causa das dificuldades que os homens encontraram para sobreviver em um mundo cada vez mais ambicioso e competitivo. que o Senhor nos ajude.