Merielen

08 novembro, 2007

Excesso de Intimiade

Taí uma coisa que eu concordo, determinados níveis intimidade entre um casal são intoleráveis... O motivo? Buenas, eu acho que há certas coisas que um não precisa, definitivamente não precisa saber do outro... Acho horrível uma situação como esta ilustrada na figura acima.
Alguns podem achar bobagem, frescura... Mas não é! Com este excesso de intimidade temos a impressão que conhecemos bem demais a pessoa e muitas vezes isto se traduz em achar que já a conquistamos. Aí acaba o romantismo, aquela conquista diária, os carinhos apaixonas do começo do relacionamento e muitas vezes até a educação entre o casal...
Tá! Tudo bem, isto não é regra para todos os casais, mas infelizmente é para quase todos. Quase todos os casais que eu conheço que se separaram foi por este motivo... Alguns se se pararam por ter havido uma traição, mas até isto, que é algo tão temido ainda está longe de ser o principal motivo... Aí eu pergunto: O que aconteceu? A resposta é "Sei lá, esfriou, era como se fóssemos irmãos, não havia mais aquele amor, aquele carinho, aquele tesão sabe?". E isto é o que? Excesso de intimidade! Acaba-se conhecendo tão bem a pessoa e se acostumando tanto a ela, que parece que o parceiro é só mais um móvel na casa... Tá ali! Conheço bem... Já perdeu a graça... O que é uma pena.
Eu particularmente sofro muito ao ver casais de amigos se separando por isto. Por esta razão e por amar demais o meu partner-life, procuro manter ao máximo a nossa privacidade... Nada de entrar no banheiro quando ele tá fazendo número 2, não quero saber que "cheirinho" tem... Sempre agradeço tudo o que ele faz, sempre procuro ser educada com ele... Há certos hábitos que não devemos deixar de ter só porque se trata do nosso parceiro. Elogio sempre, agradeço sempre, peço sempre com educação! Toda vez que mais um mês de relacionamento se completa, fizemos uma comemoração... Faço questão de tratá-lo com muito amor, carinho e respeito... Mas é óbvio que de nada adianta isto não temos o mesmo em troca...

Nenhum comentário: